“Valorizar a Enfermagem é valorizar o SUS”

0
72
Fotografia: Coren/RN

Neste 5 de agosto, Dia Nacional da Saúde, representantes da enfermagem de todo Brasil participaram de um grande ato em frente ao Congresso Nacional pela aprovação do Projeto de Lei 2564/2020, que estabelece o Piso Salarial nacional do Enfermeiro, do Técnico de Enfermagem, do Auxiliar de Enfermagem e da Parteira, além da jornada de 30h semanais.

 
O tema “Valorizar a Enfermagem é valorizar o SUS” chamou a atenção para o devido reconhecimento da categoria e do Sistema Único de Saúde. “Queremos a valorização dos trabalhadores e trabalhadoras em saúde, em especial à categoria da enfermagem. Sigamos na luta em defesa do SUS, em defesa da vida, em defesa da democracia e dos direitos”, afirmou Fernando Pigatto, presidente do Conselho Nacional de Saúde (CNS).
Para Betânia Santos, presidente do Conselho Federal de Enfermagem (Cofen), “a enfermagem precisa de mais do que aplausos, precisa  de um salário básico, de uma jornada mais justa”.
A enfermagem potiguar esteve presente no ato em Brasília reforçando a luta por salário digno e condições de trabalho decentes. Em meio a tantas reivindicações essenciais um alerta para o adoecimento ocupacional, especialmente nesse contexto de pandemia. De acordo com o Observatório da Enfermagem os profissionais da saúde estão entre os mais afetados pela Covid-19 com 857 óbitos.
Além do ato, uma audiência pública na Câmara dos Deputados contou com a participação de representantes da Federação Nacional dos Enfermeiros (FNE), Confederação Nacional dos Trabalhadores da Saúde (CNTS), Confederação Nacional dos Trabalhadores em Seguridade Social  (CNTSS), Associação Nacional dos Auxiliares e Técnicos de Enfermagem (Anaten), Executiva Nacional dos Estudantes de Enfermagem (ENEEnf), Associação Brasileira de Enfermagem (Aben Nacional) e do Conselho Federal de Enfermagem (Cofen), entidades fundamentais para a organização da luta em defesa dos direitos.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here