Clube da Leitura conversa com o poeta Antônio Francisco

0
86

O Clube de Leitura da Estação do Cordel tem como propósito a promoção de leitura do Cordel. Os participantes conhecerão os cordelistas que atuam para difundir este gênero literário por meio de suas obras e ações. Nos encontros, o(a) Cordelista convidado(a) bate um papo sobre sua trajetória no meio cordeleano, seguida da leitura de um de seus cordéis.

Nesta quinta-feira [ 24/6 ], às 18h no canal canal da Estação do Cordel, o bate-papo será com o cordelista Antônio Francisco com a leitura do cordel A casa que a fome mora.

Organizado pelo Ponto de Memória Estação do Cordel com o apoio da Academia Norte-rio-grandense de Literatura de Cordel, o evento terá a mediação da pedagoga Lucineide Vieira, professora orientadora de sala de leitura na Rede Municipal de Educação de São Paulo, onde desenvolve um projeto de Organização de Sarau.
Lu Vieira faz parte do Movimento Nacional de Mulheres Unidas em Combate ao Machismo e do Coletivo Teodoras do Cordel- artevistas SP, onde publicou ao lado de 18 cordelistas o Cordel Justica Violada. É idealizadora e mediadora do Clube de Leitura Ler_Mulher, do Clube de Leitura de Cordel de São Paulo, que vem integrando a programação do Museu Casa Mário de Andrade e do Clube de Leitura da Estação do Cordel.

Para participar preencha a FICHA DE INSCRIÇÃO

Inscreva-se no canal da Estação do Cordel
e valorize o movimento cordelista  

ANOTÔNIO FRANCISCO TEIXEIRA DE MELO nasceu em Mossoró/RN, em 21 de outubro de 1949, filho de Francisco Petronilo de Melo e Pêdra Teixeira de Melo. É casado com Josenira Maria Maia de Melo (Nira). Graduado em História pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte – UERN. É poeta, ciclista, compositor, xilogravurista e Doutor Honoris Causa pela UERN.
No dia 15 de maio de 2006, tomou posse na Academia Brasileira de Literatura e Cordel – ABLC, no Rio de Janeiro, assumindo a cadeira de nº 15, cujo patrono é o poeta cearense Patativa do Assaré.
Dez cordéis num cordel só (2001), um dos seus livros mais conhecidos onde retrata o cotidiano nordestino, é uma referência na poesia popular brasileira. Mas esse poeta arretado já publicou muitos outros livros, como por exemplo: Por motivos de versos; Veredas de sombra; Sete contos de Maria.

Seu Zequinha era um galego
Do rosto da cor de brasa,
Morava longe da gente,
No Sítio Cacimba Rasa,
Mas, foi não foi, Seu Zequinha
Passava o dia lá em casa.

[Dez cordéis num cordel só, 2001]

troyadesouzaParabens pelo insentivo, o cordel estar em ascenção! E o momento é muito oportuno para fomentar e explorar da melhor forma possivel, nossa arte e cultura em geral. #tamojuntoNesta 24/06 – quinta- feira-18h/19:30 com Antônio Francisco, leremos o Cordel A casa que a fome Mora

♀️Antônio Francisco Teixeira de Melo – nasceu em Mossoró-RN, a 21 de outubro de 1949, filho de Francisco Petronilo de Melo e Pêdra Teixeira de Melo.
Casado com Josenira Maria Maia de Melo (Nira) é o pai de Adriadina Nígia de Melo, esta genitora do Antônio F. T. de M. Neto e Aldimar Araújo S. Segundo, Adjan Maia de Melo (in memoriam); Joana Pêdra de Melo, casada com Ilmar Tavares da Silva Filho. Estudou “as primeiras letras” – Curso Primário – na Escola Ambulatório Pereira Lima, no Bairro da Lagoa do Mato (hoje Alto da Conceição); o Ginásio na Escola Moreira Dias; o Curso Científico no Colégio Estadual.
Tem graduação em História pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte – UERN. É poeta popular, ciclista, compositor, xilogravurista e Doutor Honoris Causa pela UERN. No dia 15 de maio de 2006, tomou posse na Academia Brasileira de Literatura e Cordel – ABLC, no Rio de Janeiro, assumindo a cadeira de nº 15, patronímica do poeta Patativa do Assaré.
Desde o ano de 1999 que publica cordéis, sendo o seu primeiro título AQUELA DOSE DE AMOR, editado com o apoio do Clube da Poesia; seus dez primeiros títulos geraram o livro DEZ CORDÉIS NUM CORDEL SÓ, publicado pela Coleção Mossoroense no ano de 2001. A Editora Queima Bucha publicou Dez Cordéis Num Cordel Só (2003), ano que foi indicado como obra literária de importância fundamental para o vestibular da UERN – Universidade Estadual do Rio Grande do Norte; também publicou Por Motivos de Versos (2003) e Veredas de Sombras (2005); pela editora Coleção Mossoroense publicou, Sete Contos de Maria (2009); Meu Recital de Cordel (Conhecimento Editora – Brasília – 2010). Posteriormente a Editora IMEPH, publicou uma coletânea (box) com seus livros:2 sem

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here