A pressão exercida pelos trabalhadores em educação do Estado no ato que cobrou o pagamento dos salários, promovido na manhã desta quinta-feira (1º) em frente à Governadoria, levou a direção do SINTE a arrancar uma audiência relâmpago com a chefe do Gabinete Civil.

De acordo com a diretora de assuntos jurídicos do SINTE/RN, professora Vera Messias, a chefe do gabinete disse que os salários dos funcionários e professores da ativa serão pagos nesta sexta-feira, 02.

Quanto aos aposentados da educação, a chefe do gabinete disse que não há calendário de pagamento, pois o governo está aguardando a arrecadação. “O governo, mais uma vez, está prejudicando os servidores, sobretudo os aposentados, que estão sendo obrigados a pagar as suas contas com atraso”, afirmou a diretora de assuntos jurídicos do SINTE.

Vera conta que, apesar da aprovação da lei que autorizou o novo saque no FUNFIR, que o SINTE foi contrário, o governo disse que não pôde retirar o dinheiro para tentar cobrir a folha de pagamento dos aposentados. “Alegaram que o texto da lei foi modificado na Assembleia Legislativa e eles (o governo) não tiveram como retirar visto o valor aplicado, que foi menor que o proposto no projeto original”, contou Vera Messias.

PARALISAÇÃO DOS TRABALHADORES EM EDUCAÇÃO CONTINUA

A diretora do SINTE explica que os trabalhadores em educação definiram que continuarão com as atividades paralisadas. Só retomarão os trabalhos após a efetivação do pagamento dos salários: “Se o pagamento da ativa sair amanhã (sexta-feira, 02), os trabalhadores em educação retomarão as atividades na segunda-feira”.

Fonte: sintern.org.br