por Livia Cavalcanti | Sintest/RN

Na última reunião do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe) realizada na terça-feira (02), foi aprovada a criação de seis novos cursos de Mestrado Profissional. Na ocasião a conselheira Maria Aparecida Dantas, que também é diretora do SINTEST/RN lembrou que há resolução que garante porcentagem de vagas para servidores da universidade e cobrou a implantação disso na prática.

Durante sua intervenção no Colegiado, enfatizou que a qualificação significa melhor desempenho das funções no âmbito da Universidade, especialmente tratando-se de um mestrado na modalidade profissional que tem características específicas e voltadas para a prática. Além disso, lembrou que com a mudança do Anexo IV da Lei 11.091/05 (PCCTAE) agora todas as classes pode chegar até o doutorado, o que certamente aumentará a busca por cursos strictu sensu. “Mais do que nunca interessa a nós, técnico-administrativos, o acesso aos cursos de strictu sensu. Com a vitória que tivemos na última greve, agora todos as classes têm direito a incentivos para qualificação”, disse Aparecida durante sua fala no Colegiado.

Segundo ela, os processos ainda passarão por apreciação da CAPES.apreciados. A Pró-Reitora de Pós-Graduação informou que a Administração Central está focada na questão e continuará defendendo e negociando as vagas para que os nossos servidores possam se qualificar.

Os cursos aprovados foram: 1-Engenharia de Software; 2- em sistemas embarcados, instrumentação e microeletrônica; 3-Ciência da Informação; 4-Gestão de Inovação em Tecnologias da Informação; 5-Gestão de Qualidade de Serviços de Saúde; 6- Saúde e Tecnologia em Comunicação Humana.