O POVO NEGRO (R)EXISTE.

81

Texto: Taiana Marques

Foto: Taian Marques

“(R)EXISTÊNCIA NEGRA: Abaixo o Racismo, o genocídio e o Temer” foi o tema da II marcha da periferia que ocorreu nesta quinta-feira (23/11) no bairro Bom Pastor, em Natal/RN. A marcha que aconteceu em várias capitais do país tem como objetivo fortalecer a luta no mês da consciência negra. Mostrando que, como Zumbi e Dandara, o povo negro existe e resiste.

O racismo no Brasil sempre existiu. Desde que fomos colonizados, o escravo, o inferior, o que não tem valor na sociedade sempre foi o preto, e essa situação só vem se agravando. Cada dia aumenta os massacres contra o povo preto, cada dia mais sangue derramado da juventude negra.

O sistema põem o povo contra o povo e ninguém enxerga a origem do mal. Somos manobrados por essa classe elitizada que nos exploram somente para extrair mais valia, nos fazendo fantoche desse sistema imundo. Mas não nos calaremos e mostraremos que o sangue preto nos importa sim. Por isso não fugiremos da luta e não daremos sossego ao estado até que possamos viver em um mundo melhor e igual para todos e todas.

A II marcha da periferia ocorreu para dizer que a juventude negra quer viver, pois no Brasil bala perdida tem endereço, classe e cor. Só venceremos esse sistema esmagador com muita luta, por isso nosso lugar é na rua para dizer que O JOVEM NEGRO VIVE.

Compartilhe