Liberdade para a nossa escravidão mental!

173

Por Taiana Marques

WhatsApp Image 2017-08-22 at 17.59.02
Foto: Rogério Marques

Bom seria se pudéssemos nos libertar de todas as grades que nos mantêm presas. Não me refiro às belas grades das janelas dos condomínios, mas a todo tipo de grade que de alguma forma aprisiona algo ou alguém.

Me refiro principalmente a prisão da mente que limita a expansão do ego e a evolução do nosso pensar, e nos faz viver nesse mundo aprisionado de miséria e caos que escraviza a todo instante e que de fato nos faz reféns de nós mesmos.

A prisão mental me prende, prende você, mas não prendem eles que fazem parte da grande elite burguesa, branca, racista, homofóbica, machista, classicista e escravista. Ela nos prende porque fazemos parte da sociedade miserável que sustenta a burguesia.

Não podemos pensar, não podemos de forma alguma ter direito a elevação mental. Pensamento critico? Tá brincando, né? Pobre não pensa, pobre tem que tá sob o controle deles, pobre tem que ser refém do sistema pra dar lucro.

Vivemos em um mundo de correria e estresse. É trabalho, é isso, é aquilo, sempre fazendo o gosto dos perversos baroneses. E nós ficamos onde? No resto. Nós somos o resto, todo o resto, tudo aquilo que sobra, que sobra pra manter o lucro do capital.

Compartilhe