Torne-se um colaborador e ajude a manter a nossa imprensa livre e independente!

COMUNICAÇÃO MILITANTE: UM DESAFIO HISTÓRICO

HISTORICAMENTE fazer comunicação militante tem sido um desafio. As dificuldades de financiamento de projetos alternativos de comunicação são enormes. Ademais, a comunicação não tem tido lugar estratégico nas políticas de entidades do meio popular. Esse desleixo com projetos de mídia alternativa se reflete na qualidade da comunicação realizada pelos movimentos sociais, que na grande maioria termina sendo estraçalhada pelas mídias tradicionais.

SEM O CONVENCIONAL PATROCÍNIO DO GRANDE CAPITAL RECORREMOS  À CONTRIBUIÇÃO DE COLABORADORES E PARCEIROS | A questão é que não se constrói projetos eficientes de comunicação sem recursos. Para sobreviver, a comunicação alternativa depende da ousadia de ativistas, que se dedicam a um trabalho de militância que ainda não é valorizado.

NOSSO TRABALHO DOCUMENTAL NÃO TEM NENHUMA IDENTIDADE COM A ARTE DE VENDER, exaltada de maneira grotesca pelas agências de notícias. Não nos satisfazemos com uma comunicação sem qualquer utilidade política e social. Apesar de ser um negócio regido pelas leis de mercado, a comunicação é uma atividade que demanda, acima de qualquer suspeita, engajamento e militância política.

DIFERENTE DAS EMPRESAS DE COMUNICAÇÃO, VERDADEIRAS FÁBRICAS DE ALIENAÇÃO, fazemos valer a contestação e o inconformismo da grande maioria da população. Nosso propósito é tornar público acontecimentos que a chamada grande imprensa não se interessa em divulgar. As nossas reportagens buscam registrar o dia-a-dia de um mundo que não aparece na mídia dos magnatas. São inúmeros problemas sociais vividos por um povo que é ignorado pelo poder público. Todo nosso material jornalístico é publicado em nosso sítio: www.foque.com.br,facebook.com/imprensalivrewww.youtube.com/user/coletivofoque e no jornal semanal O Coletivo (ora suspenso por falta de grana). Além de mídias parceiras.

“A poesia não foi morta
Dão-lhe quatro tiros
E sai com a cara lavada
e um sorrisso puro”

ASSIM COMO A POESIA de Pablo Neruda, apesar de todas as cacetadas o COLETIVO FOQUE não morreu. Por falta de grana a nossa redação mudou de endereço, mas não mudamos de lado. As nossas pautas sem frescura vão continuar retratando a realidade crua que não aparece na mídia dos poderosos.

TROPEÇAMOS O TEMPO TODO NO GROSSO CALIBRE DO CAPITALISMO, mas não largamos o pé da estrada. Mesmo com tantas pedras no meio do caminho mantemos nosso jornalismo ativista a serviço do interesse coletivo.

A CONTINUAÇÃO DESSE PROJETO DEPENDE DE PARCEIROS COMO VOCÊ. Junte-se ao nosso coletivo e ajude a manter a independência da imprensa livre.

→Apoie

Para contribuir faça sua doação ou assinatura solidária.

Se você não tem uma conta no pagseguro, não há necessidade de se inscrever para contribuir.





Atenciosamente,
Coletivo Foque de Comunicação

Redação: Avenida Rio Branco, 829 – Sala 206 – Cidade Alta // Natal/RN
// Telefone: 84 2226-2779 //

Email: imprensa@foque.com.br
www.foque.com.br
facebook.com/imprensalivre
twitter.com/coletivofoque
www.youtube.com/user/coletivofoque