Servidores(as) do Instituto Federal de Educação (IFRN) se reuniram na última sexta-feira (29/6) no Campus Natal Central para mais uma assembleia geral.

Foto: Arquivo/Sinasefe

Na ocasião a diretoria do Sinasefe discutiu junto com a categoria a proposta de Acordo
de Greve para pagamento dos dias paralisados durante o movimento grevista em 2015.
A pauta incluiu também a compra do imóvel para a nova sede do sindicato, além dos encaminhamentos sobre a correção da proporcionalidade dos professores de 40h com dedicação exclusiva em relação a 20 horas.

De acordo com a direção da entidade sindical, “A falta da proporcionalidade de remuneração no que se refere ao Regime de trabalho de 40h e 40h com Dedicação Exclusiva tem provocado uma deterioração dos salários, que vem sendo acumulado
desde 2016”.

Diante dessa situação, o Sinasefe Natal está mobilizando professores ativos e aposentados. Além disso, vai encaminhar um abaixo-assinado ao sindicato nacional para que sejam tomadas as medidas judiciais e administrativas. “O objetivo do Sinasefe Natal é que as tabelas referentes à Lei 13.325/2016 sejam corrigidas e o salário dos servidores passe a ser pago da forma devida”.