Por Coletivo Foque | Fotografia: Taian Marques

O terceiro dia da Greve dos Vigilantes patrimoniais do RN (28/02) foi marcado por fortes mobilizações e protestos na rua e no maior shopping de Natal. Mais uma lição para o patrão entender que não se brinca com os direitos do trabalhador.

Logo cedo a categoria se reuniu em frente ao Banco do Brasil da avenida Rio Branco, no centro de Natal, onde fez o habitual ato público com muito apitaço e o principal grito de guerra da categoria: Nenhum Direito a Menos!

Em seguida, os vigilantes seguiram fazendo um buzinaço de motos e carros até as agências bancárias que ficam na avenida Prudente de Morais, onde realizaram mais um grande ato público que chamou a atenção da população.

Logo depois os trabalhadores em greve foram para o shopping Midway Mall, onde aconteceu novos protestos. Além de esclarecer a população sobre os motivos da greve a diretoria do Sindsegur denunciou a demissão de um vigilante da Prossegur, vítima de perseguição, e exigiu a reintegração do trabalhador.

Diante dos protestos, um representante da empresa foi até o local da manifestação no Midway e garantiu que o vigilante seria reintegrado ao trabalho. Mais uma demonstração de que a luta da categoria junto com o sindicato é capaz de garantir vitórias fundamentais.

De volta ao Banco do Brasil na Cidade Alta, a Os trabalhadores avaliaram o movimento grevista e encaminharam os próximos passos da Greve para esta quinta-feira, 1º de março.