Nesta quarta-feira (20/2) o sindicato dos servidores dos institutos federais de educação realizou um debate sobre “Reforma do Ensino Médio: desafios da Educação Profissional e Tecnológica”.

Na ocasião o professor do IFRN, Dante Moura, fez uma análise histórica do atual modelo de ensino médio e debateu junto com estudantes, técnicos administrativos e professores o projeto de reforma em questão. Ele afirmou que é preciso fazer estudos mais aprofundados para entender as reais transformações. “Qual é a nossa discussão social e histórica na educação profissional? São os cursos técnicos”, questiona para em seguida opinar.

Durante o debate a coordenadora do Sinasefe Natal, Maria Aparecida, apontou a necessidade de construir um movimento de resistência em defesa da educação pública. Ela também criticou o projeto escola sem partido, “que é uma tentativa de calar e prejudicar a escola pública”.

A atividade ocorrida no IFRN de Parnamirim faz parte da “Jornada de Formação: construindo a escola como espaço de emancipação”, que visa discutir a reforma do ensino médio diante das políticas apontadas para a educação pública.

A direção do Sinasefe Natal chama a atenção para “a necessidade dos servidores se apropriarem dos projetos e das políticas públicas que pretendem alterar o formato de como a educação pública é ofertada no país. Mais do que nunca é fundamental que essas discussões não aconteçam somente no âmbito governamental, mas que sejam conhecidas, discutidas e construídas também pelos maiores interessados no assunto, que são os estudantes e os trabalhadores da educação”.